Programação

Sexta feira, dia 10 de novembro de 2017

9:00 às 11:00
Cursos

Sobre os casos Uma mulher pródiga e Uma Eva negra
Coordenação: Mirta Zbrun e Sarita Gelbert

Sobre o caso Anna O. e o testemunho de passe de Silvia Salman
Coordenação: Doris Diogo e Stella Jimenez

Sobre os casos Um caso nem tão raro e Um sujeito no nevoeiro
Coordenação: Maria Inês Lamy e Maria Lídia Arraes Alencar

Sobre os casos Aimeé e O amor louco de uma mãe
Coordenação: Cristina Duba e Manoel Barros da Motta

12:00 às 13:00
Credenciamento

13:00 às 13:30
Abertura
Angela Bernardes
Angela Batista

13:30 às 16:30
Conversação Clínica do ICP-RJ

17:00 às 18:30
Primeira plenária
Testemunho de AE: Maria Josefina Sota Fuentes
Comentários: Araceli Fuentes
Coordenação: Márcia Zucchi

19:00
Brinde e Lançamento de Livros

Sábado, dia 11 de novembro de 2017

8:30 às 12:30
Mesas simultâneas

12:30 às 14:00
Intervalo para almoço

14:00 às 15:30
Segunda plenária
“Todo mundo é louco, isto é, delirante”
Marcus André Vieira
Maria Silvia Hanna
Coordenação: Ana Tereza Groisman

15:30 às 17:00
Terceira plenária
“Só o amor permite ao gozo condescender ao desejo”
Romildo do Rêgo Barros
Ruth Cohen
Coordenação: Glória Maron

18:00 às 19:00
Conferência de Araceli Fuentes: Un amor puesto a prueba de lo real
Coordenação:  Fernando Coutinho

19:00 às 19:30
Encerramento
Andréa Reis Santos
Paula Borsoi

20:00
Festa

——————————————————————————–

Programação dos Cursos

 

Eixo 1. Parcerias: O que há?

Curso: Sobre os casos Uma mulher pródiga e Uma Eva negra

Coordenação: Mirta Zbrun e Sarita Gelbert

 

Utilizando dois casos clínicos, um de neurose e um de psicose, o curso  abordará a relação transferencial e a posição do analista ‘parceiro sintoma’  que possibilitam, no tratamento, a criação de um ‘novo amor’.

O caso de Oscar Ventura, Uma mulher pródiga, e o caso de Jean-Louis Goult, Uma Eva negra, mostram de forma muito precisa o cálculo nas intervenções do analista que orientam a condução do tratamento. Há ensino teórico e clínico em ambos os casos no que se refere às parcerias em análise e é isso que este curso se propõe a transmitir.

 

Eixo 2. A transferência: entre o amor e o saber

Curso: Sobre o caso Anna O. e o testemunho de passe de Silvia Salman

Coordenação: Doris Diogo e Stella Jimenez

 

No caso de Anna O. (Berta Pappenheim) veremos o que foi o começo da psicanálise, a incidência da transferência tanto no inconsciente transferencial como no real, e o embaraço da contratransferência.

Também abordaremos  as versões do amor no testemunho de passe de Silvia Salman: da repetição do amor ao pai, atualizado na transferência, ao enodamento do amor e da pulsão no sinthoma.

 

Eixo 3. Do uso diagnóstico: da classificação à singularidade

Curso: Sobre os casos Um caso nem tão raro e Um sujeito no nevoeiro

Coordenação: Maria Inês Lamy e Maria Lídia Arraes Alencar

 

Em  Um caso não tão raro, Jean-Pierre Deffieux defende a importância de se perceber, em cada sujeito, se há “efeitos clínicos mínimos de algo destoante na amarração RSI”. Sem desprezar a diferença entre neurose e psicose, a ênfase recai agora não tanto na classificação diagnóstica e sim na singularidade das amarrações sintomáticas de cada um. Já o caso de Hervé Castanet, Um sujeito no Nevoeiro, elucida a psicose ordinária por se tratar de alguém que, vivendo dentro da NORMA, sem evidência de desencadeamento, ensina sobre uma posição singular frente ao Outro, habitando um ‘eterno presente’. As sutilezas de uma ‘indecidibilidade’ no falar apontam a questão diagnóstica: ponto-de-basta ou nevoeiro?

 

Eixo 4.  Violência e  amor

Curso:  Sobre os casos Aimeé e O amor louco de uma mãe

Coordenação: Cristina Duba e Manoel Mota

 

Um primeiro ponto a destacar neste binômio de que nos ocuparemos, a violência e o amor, diz respeito a situar o que é violência no campo da psicanálise: podemos situá-la como um conceito único ou será necessário pluralizá-la? É preciso certamente distingui-la da agressividade, que faz forma de parceria imaginária, com o amor. Nos dois casos, Aimeé de J. Lacan e O amor louco de uma mãe de Eric Laurent, o amor atravessa as formas do amor materno, em sua face violenta, desmedida, além da mediação fálica. Essa é outra das dimensões que levaremos em conta para abordar o tema proposto, ou seja, a loucura da violência materna e suas relações com a loucura feminina.


Mesas simultâneas

 

Sábado, 11 de novembro, de 8:30 às 12:30

 

EIXO 1 – PARCERIAS: O QUE HÁ?

Mesa 1

Horário: 8:30 – 9:30

Coordenador: Vicente Machado Gaglianone

 

Lourenço Astúa de Moraes: Romeu e Julieta – O corpo entre o amor e o ódio

Danuza Effegem: A devastação como arrebatamento do corpo na poesia de Silvia Plath

Maria Corrêa de Oliveira: Notas sobre a devastação em Camile Claudel

Susan Guggenheim: Werther – Um amor impossível

 

Mesa 2

Horário: 9:30 – 10:30

Coordenadora: Renata Martinez

Sandra Viola: Um louco amor: a alienação é o destino?

Paula Legey: A loucura narcísica e a perturbação no laço social

Franciele G. M. De Almeida: A angústia no encontro amoroso: um caso de devastação?

Thereza De Felice: Pontuações sobre pagamento e transferência a partir de dois recortes clínicos

 

 

Mesa 3

Horário: 10:30 – 11:30

Coordenadora: Ana Lúcia Lutterbach Holck

Marina Morena Torres: Uma comunicação sem fala

Flávia Bonfim: Contemporaneidade, modos de gozo e identidades

Aline Bemfica: O jardim secreto e uma página a ser escrita no tempo, à flor da pele

Marina Sodré: Da indefinição sexual que desorienta a algumas ancoragens para o sujeito

 

  

Mesa 4

Horário: 11:30 – 12:30

Coordenadora: Paula Borsoi

Participam: Vicente Machado Gaglianone, Renata Martinez e Ana Lúcia Lutterbach Holck

 

 

EIXO 2 – A TRANSFERÊNCIA: ENTRE O AMOR E O SABER

 

Mesa 1

Horário: 8:30 – 9:30

Coordenadora: Maria Do Rosário Collier do Rêgo Barros

 

Andrea Vilanova: Transferência: entre o amor e o saber está o objeto

Nelson Riedel: Considerações sobre a clínica do real

Dinah Kleve: Assim como o amor está para a amizade

 

Mesa 2

Horário 9:30 – 10:30

Coordenador: Rodrigo Lyra

 

Wagner Erlange Monteiro Lima: Entre a curiosidade e a disponibilidade: considerações sobre o tratamento de autistas adultos em um CAPS III

Eliana Bentes Castro: O que pode o analista diante de escolhas destrutivas?

Manoela Nunes de Freitas: O uso de artifícios para regular o retorno do gozo

Simone De Carvalho Bianchi: Do parceiro-sintoma ao parceiro-analista: um novo amor

 

 

Mesa 3

Horário: 10:30 – 11:30

Coordenadora: Elza Marques Lisboa de Freitas

 

Ana Beatriz Rocha Bernat: A incidência da escuta do analista na clínica do luto: do buraco ao vazio

Fabiola Ramon: Muitas estórias… e uma invenção com a linguagem

Maira Dominato Rossi: Um lugar no Outro

Viviane E. S. dos Santos: Surdez e psicose ordinária, sob transferência

 

Mesa 4

Horário: 11:30 – 12:30

Coordenadora: Ruth Cohen

Participam: Maria do Rosário Collier Do Rêgo Barros, Rodrigo Lyra e Elza Marques Lisboa de Freitas

 

 

EIXO 3 – SOBRE O USO DO DIAGNÓSTICO: DA CLASSIFICAÇÃO À SINGULARIDADE

 

Mesa 1

Horário: 8:30 – 9:30

Coordenadora: Isabel do Rêgo Barros Duarte

 

Angélica Cantarella Tironi: O que não tem remédio nem nunca terá

Mirta Fernandes: Um tricô esgarçado

Giselle Leandro Fleury: O uso de drogas pode mascarar a estrutura?

Aline Coelho e Karine Ferreira: A.T. pelo campus UFRJ: construindo laços pelo percurso

 

Mesa 2

Horário: 9:30 – 10:30

Coordenadora: Angélica Bastos

 

Rodrigo Abecassis: Uma psicose sutil e o manejo da transferência

Luiza Sarrat Rangel: O uso singular do diagnóstico na construção do laço social

Camila Drubscky: Neurose obsessiva ou psicose ordinária?

Mariana Pucci: O caso G., ou Pedro II do Brasil

 

Mesa 3

Horário: 10:30 – 11:30

Coordenadora: Ana Lúcia Garcia

 

Andréa Eulálio de Paula Ferreira: Parcerias amorosas: entre sintoma e devastação

Marilia Verdussen: Uma psicose e seu outro medíocre

Elisa Werlang: Dom de Iludir

 

Mesa 4

Horário: 11:30 – 12:30

Coordenadora: Angela Folly Negreiros

Participam: Isabel do Rêgo Barros Duarte, Angélica Bastos e Ana Lúcia Garcia

 

EIXO 4 – VIOLÊNCIA E AMOR

 

Mesa 1

Horário: 8:30 – 9:30

Coordenador: Paulo Vidal

 

Natasha Berditchevsky: Entre a exclusão e a indecisão: um delicado equilíbrio em um caso de psicose

Natalia Glioche Béze: Quando ela se corta, ela se esquece

 

Mesa 2

Horário: 9:30 – 10:30

Coordenadora: Ana Martha Maia

 

Alfredo da Conceição Chamma: Violência e gravidez: entre o feminino e a maternidade

Karine Ferreira: Um segredo entre doador e receptor: parcerias mediadas pelo discurso da reprodução assistida

Renata Estrella: Corpos na pólis

 

Mesa 3

Horário: 10:30 – 11:30

Coordenadora: Lêda Guimarães

 

Ondina Machado: Relações violentas e suplência

Mônica Marchesse Swinerd: Do corpo doente ao corpo abusado: o corpo parceiro-sintoma

Vanda Assumpção Almeida: O gozo de Maria

 

Mesa 4

Horário: 11:30 – 12:30

Coordenador: Romildo do Rêgo Barros

Participam: Paulo Vidal, Ana Martha Maia e Lêda Guimarães

Anúncios